Informação da empresa:

Esse website (www.liquidityx.com/eu) é operado pela Capital Securities S.A., uma empresa de investimento grega, autorizada e regulada pela pela Hellenic Capital Market Commission (“HCMC”) com licença 2/11/24.5.1994. A Empresa está registrada na Grécia sob GEMI com número de registro 31387/06/Β/94/18. A Capital Securities S.A. situa-se em 58, Metropoleos Street, 105 63, Atenas, Grécia.

 

A Capital Securities S.A. é proprietária e opera a marca “LiquidityX”.

 

Aviso de risco:

Os CFDs são instrumentos complexos e acarretam um risco elevado de perda de dinheiro rapidamente devido à alavancagem. Entre 74-89% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro quando negociam CFDs. Você deve refletir se compreende a forma como os CFDs funcionam e se está preparado para o risco elevado de perder seu dinheiro. O desempenho no passado não constitui um indicador fiável de resultados futuros. As previsões futuras não constituem um indicador fiável de desempenho no futuro. Antes de decidir negociar, você deverá considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, o nível de experiência e a tolerância ao risco. Você não deve depositar mais do que você está preparado para perder. Certifique-se de que entendeu completamente o risco associado ao produto previsto e procure assessoria independente, se necessário. A LiquidityX não emite pareceres, recomendações ou opiniões em relação à aquisição, obtenção ou alienação de qualquer produto financeiro. A Capital Securities S.A. não é um consultor financeiro, e todos os serviços são prestados em uma única execução. Por favor leia nosso documento de Divulgação de Risco.

 

Restrições Regionais:

A Capital Securities S.A. oferece serviços dentro do Espaço Econômico Europeu (exceto a Bélgica) e Suíça.

 

A Capital Securities S.A. não emite pareceres, recomendações ou opiniões em relação à aquisição, obtenção ou alienação de qualquer produto financeiro. A Capital Securities S.A. não é um consultor financeiro, e todos os serviços são prestados somente para fins de execução.

Análises técnicas

É o sonho de todo investidor ser capaz de prever o mercado. Essa capacidade já existe e é chamada de análise técnica. Existem duas categorias de análises de dados: a análise de fundamentos e a análise técnica.

A base das análises de fundamento é, sem surpresas, os elementos fundamentais de um investimento. Eles podem incluir: o sentimento do mercado, os indicadores econômicos e os relatórios de lucro de uma empresa. As análises técnicas, por outro lado, usam tendências históricas para prever como um investimento deve desempenhar no futuro. Aqui, a LiquidityX fará uma cobertura aprofundada das análises técnicas.

Compreendendo as análises técnicas

Faz tempo que os analistas já sabem que o desempenho econômico é cíclico por natureza. Visto ao longo de um período adequadamente amplo, o valor de qualquer commodity, ação, mercado ou economia segue um padrão geral de alta ou de queda. Existem variações causadas por uma miríade de fatores, mas certas tendências emergem no longo prazo.

As análises técnicas tentam decifrar esses padrões para prever quando uma alta ou queda ocorrerão. Com a análise técnica correta, você poderá decidir corretamente quando entrar ou sair de um mercado.

A ferramenta crucial de toda análise técnica são os gráficos que monitoram qualquer preço ou valor. Eles são distinguíveis por suas estruturas e cores únicas.

As partes verdes indicam um aumento no valor, enquanto os segmentos vermelhos indicam queda. Cada seção verde ou vermelha é composta de uma linha espessa chamada vela ou “candle”. A vela mostra a faixa entre o preço de abertura e o de fechamento. Acima e abaixo de cada vela existe uma linha mais fina chamada pavio ou “wick”. O pavio mostra a faixa entre o preço mais alto e o mais baixo para o período.

Para um iniciante, o gráfico de uma análise técnica pode parecer uma série aleatória de movimentos. Contudo, quando pareado com dados do mundo real – como hora do dia, semana ou ano e eventos correntes – um padrão começa a emergir. Alguns desses padrões podem ser detectados facilmente, enquanto outros são desvelados apenas por programas de computador especializados.

É o suficiente extrair apenas um padrão do gráfico. Uma hipótese válida só pode ser formada apenas se a teoria de alta e/ou queda puder ser aplicada a muitos, ou a todos, os movimentos anteriores. Para decidir se uma teoria é universal ou amplamente aplicável, nós usamos um “back test” ou teste de volta.

O teste de volta pega a teoria proposta e a testa contra dados de fato. Por exemplo, um trader pode sugerir que o preço do dólar americano enfraquece diante do euro toda sexta-feira antes do fechamento do mercado de câmbio. O teste de volta vai analisar os números semanais do USD/EUR tão no passado quanto possível para verificar a hipótese.

Se o teste confirmar a teoria, uma empresa de trading pode automatizar suas negociações com base nos indicadores verificados. Usando o exemplo acima, eles podem definir uma agenda para comprar o USD na sexta-feira e vendê-lo por EUR antes da sexta seguinte.

Quais são as bases das análises técnicas?

O famoso índice Dow Jones Industrial Index (DJIA) foi fundado e parcialmente nomeado pelo pioneiro das análises técnicas, Charles Dow (1851-1902). Ele estabeleceu o que nós conhecemos hoje como a Teoria Dow, que afirma que o preço de qualquer commodity ou ação é guiado por três (3) princípios:

Médias

Independente de flutuações, o valor médio é um reflexo de todos os fatores que o afetam.

Tendências

Uma tendência emerge quando existe um movimento consistente em uma direção particular, de alta ou queda. Ela consiste em três (3) partes:

  • Primária – O ponto máximo de aumento ou queda.
  • Secundário – Uma correção no movimento primário, que é uma reversão da direção, normalmente pela metade, mas geralmente na faixa de um terço a dois terços.
  • Menor – Flutuações menores no movimento secundário.

Fases

As tendências primárias têm três (3) fases distintas:

  • Acumulação – Os investidores perspicazes identificam uma tendência e entram no mercado.
  • Participação pública – A tendência torna-se popular e um grande número de traders entram no mercado.
  • Distribuição – A adoção generalizada da tendência, que é seguida de um enorme aumento no volume de trading.

Como as análises técnicas são usadas?

Reconhecer uma tendência antecipadamente é fundamental para o sucesso de qualquer análise técnica. O período não importa: ele pode ser um indicador de variações no preço que ocorrem diariamente ou flutuações ao longo de um ano.

Um trader que reconhece corretamente uma tendência quando ela começa, pode investir em títulos, futuros ou CFDs (Contratos por Diferença) com um investimento pequeno e maximizar seus lucros saindo do mercado antes que a tendência mude.

As análises técnicas também podem ser usadas para compensar perdas. Por exemplo, considere um investidor que comprou uma ação que caiu e sofreu perda.

Se a análise técnica mostra que a tendência de queda continuará por mais 3 meses, ele pode investir em um CFD entrando nessa posição. Se a análise estiver correta, ele lucrará com a queda dos preços da ação. Consequentemente, quando a tendência mudar dentro de 3 meses, ele poderá vender a ação e também lucrar com essa transação.

Análises técnicas x Análises de fundamento

Nós explicamos anteriormente que as análises técnicas focam em tendências, enquanto as análises de fundamento focam nas empresas, nos setores e nos elementos fundamentais do mercado.

Um investidor que usa as análises de fundamento não procura grandes conjuntos de dados de movimentos do mercado. Seu foco primário é no “aqui e agora” que causam um impacto direto sobre o valor. Eles usam essas informações para decidir se o valor provavelmente vai subir ou cair.

Nesse sentido, pode acontecer da análise de fundamento chegar à uma conclusão diametralmente oposta à análise técnica.

Por exemplo, a análise técnica pode indicar que o valor de uma ação está no ínicio de uma tendência de queda devido ao período do ano. Por outro lado, a análise de fundamento pode olhar para o novo CEO da empresa, lançamento de novos produtos e garantias governamentais como indicativo de uma pressão para cima nos preços das ações.

A melhor abordagem de investimento não é colocar uma análise contra a outra, mas fazer com que elas se complementem.

Vantagens e desvantagens

A maior vantagem das análises técnicas é o primeiro princípio da Teoria Dow: as médias são a chave. Independente de flutuações menores, o valor médio de qualquer variável se iguala no transcorrer de um período. Se sua análise técnica corretamente identificar uma tendência, você poderá lucrar instantaneamente e no longo prazo.

A desvantagem mais óbvia das análises técnicas é a incerteza. Simplesmente não existe fórmula garantida para identificação de uma tendência: mesmo os movimentos de mercado que encaixam perfeitamente em tendências históricas são suscetíveis à imprevisibilidade. Em outras palavras, se sua análise técnica identifica erroneamente uma tendência, então você poderá sofrer perdas.

Um exemplo perfeito é a pandemia de COVID-19 de 2020: ela contraria completamente, e por uma ampla margem, qualquer previsão anteriormente aceitável.

Na LiquidityX, nós compreendemos as forças e as fraquezas das análises técnicas, e as aplicamos em nossas decisões de investimento.

% concluído

Métodos de pagamento
A fim de realizar um depósito, primeiro você precisa verificar a sua conta.
Seu arquivo foi rejeitado. Por favor contate o apoio ao cliente.
Compreendo

Caro(a) ${UserName},

Esta ação não está disponível na conta de demonstração.
Mude para a conta real, aprovisione-a e comece a negociar.

Financie sua conta

Essa seção está aberta apenas para clientes, inicie sessão ou registre-se